Como construir um drone

Helices

Escolher as hélices corretas também é importante para o bom funcionamento do multicóptero. Existem diversos tipos diferentes, com 2 ou 3 pás, em nylon (plástico), em fibra de carbono, em metal ou madeira, e cada uma tem suas próprias características. Em multi-rotores, apenas 2 tipos são usados: Plástico ou Fibra de carbono.

A recomendação para quem é iniciante é uma só: Use hélices de nylon. Evite as de fibra de carbono e as de metal. Além de serem BEM mais baratas, elas também permitem um voo bem mais tranquilo por serem mais flexíveis. Em caso de acidentes envolvendo pessoas, hélices de fibra de carbono e metal causam ferimentos bem mais graves.

Quando se é iniciante, acidentes são muito comuns. Mesmo pilotos experientes estão sujeitos a acidentes, e normalmente as primeiras peças que quebram são as hélices. Então quando você comprar hélices, nunca compre exatamente a quantidade que vai precisar. Compre MUITAS, pois você vai precisar substituir frequentemente.

Além do material, você deve escolher o formato e o tamanho das hélices. Helices menores tendem a ser mais rápidas (forçam o motor a trabalhar com RPM mais alto). Como são mais leves, elas aceleram e desaceleram mais rápido, o que torna o voo mais ágil. Em contrapartida, o voo é menos estável e o consumo de bateria é maior.
Hélices maiores tem o efeito inverso: Forçam o motor a trabalhar mais lentamente, são menos ágeis e permitem um voo mais tranquilo e estável.

As especificações de uma hélice geralmente dizem o tamanho e o passo. No caso do F450, a hélice recomendada é a 10×4,5 polegadas, o que significa que ela tem 10 polegadas de comprimento (de ponta a ponta), e o passo é de 4,5. Algumas hélices possuem numeração apenas numérica (5030, 6030, etc). Neste caso, os 2 primeiros números são o comprimento (50 = 5.0 polegadas), e os 2 últimos números são o passo (30 = 3.0 polegadas). Significa que para cada volta, a hélice vai avançar 3 polegadas.

Quanto maior o passo, menos voltas a hélice precisa dar para gerar uma quantidade de empuxo específica, porém maior será o arrasto, o que fará com que ela gire mais lentamente e gaste mais energia. Quanto menor o passo, mais RPM ela vai ter devido ao menor arrasto, o que significa mais torque e acelerações mais rápidas, porém menos empuxo.

Já o comprimento serve apenas para aumentar a superfície aerodinâmica. Quanto maior, mais empuxo, mas também mais peso e mais inércia, o que torna a aceleração e a desaceleração mais lenta.

A escolha incorreta da hélice faz o motor trabalhar em velocidade diferente da especificada, o que pode sobrecarregar o ESC. Então é importante escolher direito tanto a hélice quanto o ESC.

Outro detalhe que deve sempre ser observado: Aeronaves multi-rotor possuem um acelerômetro e um giroscópio para manter o voo estável, porém estes componentes são muito sensíveis a vibração. Significa que as hélices precisam estar “balanceadas” para que elas não causem vibração excessiva quando estiverem girando. Então é importante que você faça o balanceamento das hélices antes de usa-las. Para isso, você vai precisar de um balanceador.

Autor: Daniel Ribeiro

Daniel Ribeiro é um Nerd apaixonado por motos e velocidade. Escreve o Motos Blog, o maior blog sobre Motos do Brasil. Mas como todo Nerd, gosta de acumular conhecimentos profundos sobre todas as áreas que puder. Com isso, acaba tendo interesse em outras áreas, como Aviação, Eletrônica, Mercado Financeiro, entre outros. Então, usa o Outros.net para postar tudo aquilo que não cabe no Motos Blog.

6 pensamentos em “Como construir um drone”

  1. Excelente . Esse artigo para pessoas que não tem nenhum conhecimento foi esclarecedor , me ajudou a entender quais caminhos devo seguir para chegar no meu primeiro drone. Muito obrigado!

  2. Salve, amigo! Muito obrigado por este trabalho bastante elucidativo e de boa didatica! Te pergunto: se vc fosse montar um racer 250 e, eventualmente instalar um gimbal e um modulo GPS, qual FC, firmware e fork vc escolheria supondo um orcamento sem limites. Abs! Adoro motos, tenho uma 2T e outra 4T.

    1. 250 com Gimbal? Acho que não vai ficar muito bom amigo. Vai ficar pesado.
      Eu vejo que você está tentando montar um “Mavic”… Drone pequeno com estabilização de imagem. Neste caso, recomendaria um frame de 280, que te permite usar hélices de 6 com folga.
      Quanto a pergunta: Controladora SP Racing F3 Deluxe (boa e barata) com firmware iNavFlight.

  3. Sou iniciante nessa área de drones, meu conhecimento e muito vago por enquanto, ainda quero expandir ainda mais, porém preciso de um norte para onde deve começar, oque voce me recomenda?
    Obs: estou pensando em montar um drone racing ou compra um kit pronto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*