Descargas Elétricas no Brasil

O Brasil é o país com o a maior incidência de descargas elétricas no mundo. Estima-se que aproximadamente 70 milhões de raios atingem o Brasil anualmente e isso representa aproximadamente R$ 400 milhões ao país em danos relacionados à transmissão de energia, telefonia, indústrias, propriedades e telecomunicações.

Os levantamentos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) apontam que o Brasil tem a maior porcentagem de mortos por descargas elétricas no mundo.

Aproximadamente 100 pessoas perdem suas vidas por ano no país devido aos raios. Isso equivale a 10% de todas as mortes que tem relação com as descargas elétricas.

Leva-se em consideração que as mortes relacionadas com descargas elétricas, citadas acima, são relacionadas com inadimplências na utilização de equipamentos de proteção, como por exemplo, os tapetes isolantes (EPC’s utilizados em subestações de energia).

Osmar Pinto Junior, coordenador do Grupo de Eletricidade afirma que os raios costumam cair em regiões tropicais, assim como o Brasil.

Há quatro anos a INPE monitora os raios conjuntamente com NASA. Essa parceria resultou em um mapa com as incidências dos raios no país, apontando como as áreas mais atingidas as regiões do Sul, em especial as áreas do Mato Grosso do Sul.

Para minimizar os danos das Descargas Elétricas no Brasil, os especialistas indicam a utilização de equipamentos para filtrar as correntes elétricas com o objetivo de reduzir os danos aos equipamentos elétricos e instalações residenciais e comerciais.

Já para se proteger da descargas elétricas direcionadas as pessoas, como por exemplo os raios, os especialistas indicam que as pessoas procurem um lugar seguro e fechado, caso não seja possível se locomover você deve ficar agachado com os pés juntos e a cabeça encolhida, já que, os raios costumam atingir os alvos mais altos possíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *